sábado, 1 de janeiro de 2011

Dez títulos

Decidi que ia fazer uma lista com dez títulos de quadrinhos orientais (mangás e manhwas) que queria publicados aqui no Brasil, já que ultimamente o mercado por aqui anda até que interessante (e Nana já foi publicada! :P).
A lista não está em ordem de importância para mim. Todos os títulos a seguir me são especiais e acho que alguns são até pouco conhecidos (vamos conversar sobre isso?).
A maioria já li na internet, mas amaria poder comprar!

Vamos lá!

Akuma de Sourou (O Diabo Existe ou O Diabo ao seu lado), por Mitsuba Takanashi

Uma das minhas histórias de amor preferidas, é divertida, animada e tem um final mais que perfeito! É formada de todos os elementos básicos de um shoujo: relacionamento entre jovens cujos pais irão se casar, menino mau x menina ingênua, arte surpreendente, rivais e personagens coadjuvantes inesqueciveís! 11 Volumes.

Guru Guru Pon-chan, por Satomi Ikezawa

Uma história extremamente criativa, divertida e cativante, Guru Guru Pon-chan narra a história de Ponta, uma filhote de Labrador, que consegue se transformar em humana e tem um romance com o charmoso e bondoso Mirai. A história deles é linda e singela, enquanto a história é um pouco incomum. Nunca consegui ler o final e este é o motivo mais forte para querer esse título no Brasil. 9 Volumes.

Binetsu Shoujo (Garota Febril) por Kaho Miyasaka

É uma história que te cativa já na primeira página. Mostra um amor agradável entre dois jovens e seus problemas e alegrias. A Rina é uma garota bastante doce e com quem nos identificamos facilmente. O Hiro, então, é uma graça! É divertido acompanhar as sensações do primeiro namoro de duas pessoas e a Miyasaka-sensei leva essa relação de forma bastante alegre e leve. Não concluí a leitura ainda. 10 Volumes.

Goong (Palácio), por Park Soo-hee

O manhwa definitivo. Nem preciso falar muito sobre porque quero ele no Brasil. Além de divertido, tocante, irritante, complicado e surpreendente, tem uma arte única. Graças à ele, aprendi muito, me emocionei e até usei o IRC, tamanha minha obsessão em ler essa história.
Ainda em andamento na Coréia, atualmente tem 22 volumes.

Papillon -Hana to Chou- (Papillon -Flor e Borboleta-), por Miwa Ueda

A Ageha, a personagem principal, é fantástica. O lado filosófico da história é bem interessante e causa muitas reflexões. O roteiro é irritantemente cativante, cheio de reviravoltas, e por isso tão popular. A autora sabe criar umas rivais terríveis, que temos vontade de espancar e ao mesmo tempo não conseguimos... É sabido que a Miwa Ueda não teve sorte em terras brasileiras com a Peach Girl, mas espero um dia poder ver os títulos dela por aqui... Papillon -Hana to Chou- tem 8 volumes.

Chi's Sweet Home (Doce Lar da Chi), por Konami Kanata

Não há nada tão heartwarming do que esse mangá! A Chi é tão doce que derreteria um iceberg e dá vontade em qualquer um de ter um gato. A arte é linda, as histórias são todas coloridas. É fascinante como a autora trabalha as sutilezas cotidiana e olha através da perspectiva da gatinha. É impossível não rir acompanhando as trapalhadas e se sentir feliz. Em andamento. Atualmente 7 volumes.

Dance! Subaru, por Soda Masahito

Tão intenso, tão doloroso, que é mágico. Isso aparece até na arte, cheia de força e movimento. Subaru faz coisas inimagináveis e é um verdadeiro prodígio da dança. Acho fantástico "assistir" ela dançar, e o Bolero foi a melhor parte do mangá (não a toa acontece no final). Ler em minhas mãos seria viver a magia outra vez de forma ainda mais tangível. 11 Volumes.

Kobato. , por CLAMP

Não terminei de ler, mas nem preciso para poder listá-lo aqui. A Kobato é maravilhosa, só pode mesmo ser um anjo, e o roteiro misterioso e absorvente é lido facilmente temperado com muitos momentos engraçados, mágicos e encantadores. o Ioryogi tem de ser um dos mais politicamente incorretos mascotes da CLAMP! Amo a arte, as roupas da Kobato e os detalhes mimosos dos objetos no cenário. Em andamento.

Tenshi Nanka Ja nai! (Não sou anjo!), por Ai Yazawa

Perfeito, envolvente, criativo e muito divertido ao mesmo tempo que parte seu coração - uma descrição assim só cabe aos mangás da Yazawa-sensei. Tennai não decepciona como membro da família Yazawa, mas foi a minha porta de entrada para as obras da autora, e o primeiro amor é sempre o mais especial. Amo a Midori e seus desenhos e o Azuma é meu sonho de namorado (menos a complicação) e não consigo olhar a Seiko Matsuda sem lembrar dessa história pura sobre o amor na juventude. 7 volumes.

Bishoujo Senshi Sailor Moon (Linda Guerreira Sailor Moon), por Naoko Takeuchi

Takeuchi-sensei é minha madrinha. Sem a e sua linda arte, jamais desenharia ou apreciaria mangá. Já passei da fase de Sailor Moon, mas ainda é muito especial para mim e seria maravilhoso ler em mãos a divertida e misteriosa história de Usagi e suas amigas. Minha fase preferida é a SuperS. Se o shounen se realizou no Brasil através de Evangelion, Naruto e Dragon Ball, porque o shoujo não pode se realizar aqui com Sailor Moon? Acho uma decepção esse fato. Sailor Moon precisa ser publicada! :D 18 Volumes.

Um comentário:

Kyamel disse...

Sua danada, me levando pro mau caminho!!!! srsrs brincadeira!!!
Vc falou tão bem que começei a ler Akuma de Sourou, e baixar uns animes da Kobato!! (amei ela, é linda!!).
Obrigada pelas dicas....
bjosssss...........

(Vamos no cinema semana que vem???)

Reader