terça-feira, 18 de dezembro de 2007

Publicité Parfum


Sempre achei as propagandas de perfume de grife muito atraentes. Que idéia! Uma sempre mais criativa que a outra. Isso quando se considera que estão vendendo algo que só vamos saber se gostamos ao experimentar. E assim tentam expressar o jeito da fragrância - o cheiro, o estilo e o tipo de pessoa a quem se destina - por imagens geralmente elegantes, luxuosas, surreais e européias.
Curioso como as fragrâncias são descrita através de adjetivos que não tem nada a ver com o odor, mas evocam as sensações do tato e do paladar. Em francês, a palavra "parfum", da qual nasceu a nossa palavra para designar "uma mistura de óleos essenciais aromáticos, álcool e água" (Wikipedia PT), pode também ser definido, em inglês, pela palavra ambígua que designa tanto cheiro como gosto, também vinda do francês, "flavor".
Deixando de lado o capitalismo, gosto de como as propagandas expressam atmosferas mágicas ou românticas e beleza. É certo que eles querem vender um produto caro usando de meios psicológicos e da aparência de top models e atores, pretendendo fazer moda e ditar sobre sucesso e beleza, no entanto as encaro como uma forma de arte.
Quem faz propaganda de verdade não vende, entretém. Cria algo agradável que tem seu méritos a parte da qualidade do produto. E, no caso das que anunciam esses tais perfumes luxuosos, quase smepre franceses, visto que são os melhores visto o seu passado glamuroso (ou não) da era das trevas, além de caras e misteriosas, necessita-se de inventividade para transformar o abstrato da fragância em algo que podemos tangir. Tudo é calculado para criar uma sensação.
A propaganda principal que me levou a escrever este post foi uma de uma grife que nem conhecia. Através dela me lembrei de quanto sempre apreciei ver esses anúncios e busquei no YouTube alguns exemplares. Terminei por escolher quatro.
Cada uma tem um motivo de ter sido listada.

A primeira é a musa do post.

Um perfume de Nina Ricci. Aqui vemos ressaltado mais um motivo pelo qual essas propagandas são agradáveis: elas mexem com os ouvidos. Quando passava na TV ao meu lado, me virei imediatamente para ver o que era, atraída pela música. Acho que por isso foi tão marcante.

A segunda é um clássico que não podia faltar.

Jeito interessante de mostrar poder e inocência sedutora ao mesmo tempo. Requinte e charme são marcas registradas da Chanel.

O terceiro anúncio escolhido é da Kenzo.

O que eu vi na TV era mais bonito, mas não consegui encontrar. Sempre surreal, ao melhor estilo de Botticelli, com adendos orientais visto sua origem, gosto de como são fluentes e leves. O sussurros são impossíveis de entender, entretanto.

A quarta e última exemplar é uma da Dior.

Bastante elegante e com a banda Muse cantando algo meio francês, é moderna e misteriosa. A modelo é ninguém menos que a linda Eva Green, que junto da voz de Matthew Bellamy dá um ar "James Bond" para a composição. Os tons de azul são ótimos e o anúncio ressalta um outro ponto quase divertido das propagandas de perfume: o timbre e a pronúncia das vozes que se limitam em dizer o nome e o criador da peça de arte envolvida - por que afinal, fazer perfume também é uma arte.

Interessante que a até a popular AVON se aventurou nessa de fazer propaganda de um de seus perfumes da última campanha. Eu não sou nada fã da AVON e de seus produtos de pouca qualidade (na minha opinião), e achei curioso esse fato. AVON grife agora? Está certo que a produção é joint com Christian Lacroix. O que importa é que o ad é muito bonito. Vem como bônus da postagem:

Não tem a mesma sofisticação francesa de nenhuma das propagandas acima, porque a moça fica falando todo o tempo, mas é direcionada para um público menos culto que europeu, o brasileiro, e não deixa de ser AVON (6).

Além da mídia televisiva, as grifes investem em impressos. Nas buscas para tecer o post, descobri um site-galeria com imagens de diversas campanhas publicitárias de diversas grifes.
Quem quiser dar uma olhada visite nesse endereço:

http://publicite-parfum.miniature-parfum.fr/

Mesmo eu sendo alérgica, consigo concordar que algumas fragrâncias são realmente deliciosas. Mas, por enquanto, eu prefiro ficar apenas com as propagandas...

3 comentários:

Kyamel disse...

Amei, simplesmente lindo!!!!!!!!!
Bom eu amo propagandas, já fiquei horas no youtube assistindo a elas e falar em propragandas de perfume nem vale a pena...
São sempre lindas e interessantes....
Gosto das progagandas da Avon, mas também acho que eles poderiam colocar mais luxo nelas.....
E a do chanel nem se fala, né???
Lindo de morrer.....e o da Nina também (e o perfume é ótimo!!!!)
pena que eles são tão caros!!!
aiaiaia \\T.T//
bjinhosssss........

Chris disse...

Moni-chan, você praticamente fez um trabalho de publicidade.. faz os meus da faculdade, no futuro.. pelo menos é produtivo em dobro... xDDD [não, viu~ xDD]
Adorei a da chapeuzinho vermelho~ o lobo fica calminho, que fofo~ xDD
O da dior é massa também~ meio cinderela~ e o da avon, eu vi na tv, mas tinha me ligado que é o estilo e tal... realmente, a mulher falando corta o clima... xDD
Pra fechar com chave de ouro mesmo, só faltou aquela da chanel com Rodrigo santoro e nicole kidman...é perfeita, minha preferida... x]~
Adorei o ad do deviantart também! xDD
Força aí nas pesquisas, moni-chan! xDD

Suellen disse...

Oie ^^

Gostei muito...
Dois comercias que acho muito interessantes são esses:
1- O do Ange or Demon, da Givenchi (que tem aquele modelo gato pra caramba XD). Ele é encantador, mostra como duas mulheres podem ter a mesma face (anjo ou demônio).
Eu queria este perfume (doce ilusão...)

2- CH by Carolina Herrera. Onde a moça aparece com vários estilos, sempre pronta pra um novo estilo, uma nova aventura.
O estranho (que minha mãe sempre comenta), é que a modelo é jovem demais (deve ter uns 13) e aparece mostrando cenas da vida de uma mulher. O rosto infantil dela não combina muito com a sofisticação do perfume. Ela é bonita... mas muito criança!

O que me faz pensar o quanto a indústria da moda faz ao transformar meninas de 13/14 em sensuais mulheres de meia idade...

Sei lá... mas isso já é outra conversa ^^

Bjbj

Reader