sábado, 9 de agosto de 2008

Long time, no see - 02 As coisas que ouvi

Cheguei para a segunda parte, que vai ser bem curtinha.
O que eu ouvi:
Só consigo lembrar desses três albuns, que estão no meu mp3 s
empre!
Acho que, não importa o idioma, a música se comunica com qualquer pessoa em qualquer lugar.
Todos os artistas de quem vou falar são japoneses...
E cada álbum tem um estilo diferente.
Estou falando deles por um motivo especial: porque entre as faixas de cada CD, não dá para escolher a favorita.

A Utada Hikaru tem uma das vozes mais bonitas que eu conheço, de verdade. Limpa, potente e agrádavel...
Desde a primeira vez que ouvi ela cantando, nunca mais deixei de procurar os discos e os singles da japonesa de inglês perfeito (porque cresceu nos EUA).
HEARTSTATION é um álbum tão bom e tocante quanto o anterior, ULTRA BLUE, que é inesquecível e que deve ser recomendado junto. Na verdade, de certo modo, HEARTSTATION completa o ULTRA BLUE, principalmente por causa da primeira faixa "Fight the Blues".
O CD todo é harmonioso, a voz de Hikki brilha, acalma e agita em cada momento. Cada faixa tem uma forma especial de conquistar o ouvinte.

Eu já tinha ouvido a Kanon, mas fazia tanto tempo que nem lembrei quando baixei o primeiro CD dela, e que apesar de ser o que me fez correr atrás dos outros álbuns dela, não foi meu favorito. Ela tem uma voz doce e soprano, mas se sai muito bem cantando músicas pop. Canta em vários idiomas pelo CD e faz covers super interessantes.
"Primary Flowers" tem Elvis, tem a linda Canon em D Maior que é uma das minhas músicas instrumentais favoritas, e muitas outras melodias incríveis. É um CD para quem gosta e tem paciência para apreciar música fina e grandiosa ou simplesmente aprecia algo suave para ouvir antes de dormir. O álbum termina com uma linda canção de ninar impecável que relaxa qualquer um.

E por último, os Base Ball Bear. Novatos, diremos, na grande indústria da música, tem um som interessante. Ouvi um trechinho de qualquer música deles num blog e corri atrás de um CD deles para ouvir e amei o "17 sai". É um álbum de rock divertido com uma mistura com pop e temperos eletrônicos. Gostoso de ouvir, com músicas às vezes maneiras, as vezes puro rock, às vezes baladas, para mim se destacou "Aishiteru" como a música de J-Rock mais cute que já ouvi. É um CD que vai fácil, que acaba rápido de tão consistente, de tão fluente, e que não enjôa por causa da sua diversidade harmoniosa de momentos. Foi preciso uma ouvida só para gostar de vez! ^^

É isso aí. E eu continuou ouvindo música até agora, e dois destaques tem de ser "RAINBOWS" do alice nine, "PUNK&BABYs" da Nana Kitade. Tudo J-Rock.

Um comentário:

Anah disse...

Bons, os cantores japoneses!
Apesar de ser muito difícil de decorar as suas músicas!
Comecei a ouvir em japonês depois de pegar a trilha sonora de um anime que gosto muito: School Rumble. Aí me interessei por esses japoneses... Vou pesquisar sobre esses de quem você falou...
Mudando o assunto, minhas sinceras desculpas por não ter vindo mais aqui! ^^
Não entrei no blog mais; minha última postagem foi em maio (¬¬). Mas estou voltando ao Blogger!
Tomara que eu tenha criatividade para postar toda semana... E tomara que você volte a comentar lá no "Annita", já que você é a única que se importa com minhas postagens (T.T). Nem a minha irmã comenta mais! O blog dela, "Pikena Flor" foi abandonado! Pode apostar que está cheio de teias de aranha!^^
Como eu disse, estou de volta para ficar! E vai ser muito bom voltar a ler o seu blog!
BjOoOoOoOo..

Reader