segunda-feira, 29 de setembro de 2008

O Segredo (?)

Todas as coisas tem uma razão, mesmo que ausente, passada, desconhecida. Nada jamais acontece sem um porquê.
Tudo seria vazio se fosse assim. Não teria emoção. Não teria motivo.
Motivo é o que nos move. Motivo é o que nos faz mover. Mesmo que não se explique.
Vem do coração, é um sentimento.
Vem da mente, é um alvo.
Forte. Com sua força transporta montanhas, pedras e plumas.
Teimoso. Quando existe, ninguém o cala.
Neutro. Nunca é igual para todos. É um foragido, um rebelde, habita o bem e o mal, conforme o que melhor parece. Inimigo, aliado, não se sabe bem quando é que vai provar seu valor. Mas com certeza provará o seu. Não te deixará intocado, não dará liberdade a ninguém.
Estímulos.
O bater do coração é um motivo.
E, se tudo tem um, e se cada infímo imperceptível detalhe vive á sombra de um motivo, por que não procurá-los? Buscar entendê-los. Como se conviesse uma confortável vida de desconexões. Como se realmente fosse confortável a inércia do não saber. Como se a falta de planos fosse virtude.
Tantas vezes nem pensamos neles, embora estejam todos construindo as paredes de nossa vida, sustentando tudo o que fazemos, tornando sólido o que na verdade é completamente imaterial.
Motivos são luzes que vão crescendo devagar. Tudo fica claro depois de completamente acesas.

Um comentário:

Anah disse...

Aahh...
Isso foi a coisa mais poética que já li...
Mesmo assim, motivos não são fáceis de encontrar!
Enfim... Tão lindo que não tenho palavras...

Mas, mudando de assunto completamente... Eu vi um caderno da le*vanille, o qual nunca tinha visto! Achei tão lindo! Foi um ótimo nome para o blog!
^^
BjOs..

Reader