segunda-feira, 20 de agosto de 2007

Comédia de Erros

Sabe aquelas coisas que acontecem e no momento você só consegue se sentir mal, com raiva, com mágoa, com tristeza? E você diz que quando olhar para trás vai lembrar e rir, falando isso para se consolar? Essa comédia de erros que é a nossa vida, esses pulsos de clock... Eu quero a Física Quântica logo, eu quero a perfeição, tenho certeza. O dia que ela vier, vou ser completamente contente, por que estou cansada de errar, de deixar a desejar.
"Aprenda e continue!" dizem. E isso é consolo? Pelo menos, eu tento encarar isso como um. Afinal, estão me dando uma chance para alguma coisa que não sei ao certo o quê. Pois, afinal, sei que vou cometer muitos outros erros, alguns piores que este ou aquele, mas não sou uma pessoa que aceita facilmente isso de errar. Não que eu relute em admitir a falha, porque acho que a arrogância não leva a nada além da vergonha. O que eu detesto é magoar as pessoas. Mas eu sou apenas um infeliz ser humano incapaz de ser correto em todas minhas ações e inevitavelmente, apesar de meus esforços, cometo deslizes que ferem. E a pior ferida é a que me aguarda, por que eu amo exacerbar essa ferida até que ela se torne uma lepra no meu coração, para me fazer contorcer. Eu, de todas as coisas, curto a dor mais intensamente.
Mas estar em contato é sofrer e criar atrito, não tem como fugir. Há coisas desnecessárias, há coisas acidentais, há as imperdoáveis e há aquelas que serão curadas pelo tempo.
E será que realmente quando eu olhar para trás, para tantas falhas, tropeços e tolices, eu vou rir? Vou rir de mim mesma e sentir que foi tudo tão mundano e desnecessário o sofrimento que passei?
Será que a comédia de erros não se trata de tragédia grega modernizada em sitcom? Será que errar é tão natural assim? Eu nunca vou aceitar isso. Me recuso, teimosa.
E peço desculpas, porque acho que erro em parecer tão frágil e sensível nesses últimos posts. Você pode me aceitar assim?
Mas a verdade é que não foi para isso que vim aqui, mas resolvi aproveitar o tempo e desabafar mais um pouco sobre a tensão que passei num sábado aí. Porque aqueles que eu amo eu quero proteger, cada um deles, e não decepcioná-los. E agradeço a compreensão e o sermão e o ouvido de cada um desses.
Deixe-me ir lá passar a limpo mais um trecho indeciso da "Harajuku no Monogatari".

Put a smile upon your face! ^^

3 comentários:

Robson disse...

Poderia definir com uma palavra tudo isso

'LAMENTÁVEL'

apesar de não entender muito bem o que se passa dentro desse seu coraçãozinho, eu não teria outra coisa pra falar ...

pois bem, você deve ter ficado chateada com o que eu acho, mas vamos a explicação...

De fato existem muitas situações na vida das quais erramos e não podemos voltar atrás, criamos feridas em nós mesmos e nos outros, mas isso não é um motivo para se torturar tanto, pois afinal o reconhecimento do erro é um dom que poucos tem, e acredito que nós temos isso :D... ja falei pra vc para de Frescura menina :P heiaehiueaiueiua...

eh que eu sou diferente, tento encarar tudo da maneira mais simples, então não sei muito bem como vc se sentiu ...

agora se você ficar tão mal assim por mais tempo...humm...ai teremos que fazer um tratamento de choque... muahahahhahaa... se eu fosse um Jedi ja tinha dominado sua mente faz um tempão :O.... :P heaiueahuaeiuaheiuaeae quem dera ahn? rsrsrsrs

e vlw por ter passado la no Refúgio...adorei seu post (mas acho que vc não ira dizer o msm do meu)... hehehehehee

E num se esqueça...larga de frescura... :P ieuahiauhaeuaeuuaeiu

Chris disse...

" E a pior ferida é a que me aguarda, por que eu amo exacerbar essa ferida até que ela se torne uma lepra no meu coração, para me fazer contorcer. Eu, de todas as coisas, curto a dor mais intensamente." = O___O
Que trecho mais doloroso... não seja masoquista, moni-chan! De que adianta sofrer tanto? o_o
Falando sério, acho que essa história de dizer que no futuro você vai rir dos seus sofrimentos é coisa de maluco. Sofrer é um coisa ruim, dolorosa. Será que alguém ri por ter sentido dor mais cedo? Ò_O
Certamente eu não estou nesse grupo daí, mas saiba que eu te apoio nessa trip de desabafo! Ser sensível não deve ser vergonha pra ninguém. :D
Ah, e o que Harauju no monogatari mesmo? Eu esqueci~ xDD

Kyamel disse...

Puxa, acho que já ví essa cena antes!!!!
Só posso dizer uma coisa!!!!
"- Pare de ser tão dura consigo mesma".
Acredite não adianta nada.
Falo por experiência própria, pq, o sangue pára de jorrar, a ferida fecha, a dor começa a amortecer e só ficará ali a cicatriz...que com o tempo tbm tende a desaparecer!!!!
Eu sei que é dificil, mas lembre-se sempre que por mais estreito e dificil que seja, nós temos um ajudador, lembra???
Conte comigo sempre, tá??
Bjinhos da mel..........
Ops!!!!!!!! Amei seu comentário no meu blog, e é claro que vc faz parte do roll de amigos que me ajudaram a sair do buraco!!
Obrigado por me aturar na Sexta do cong, foi muito importante pra mim!!!
Valeu...............
Nossa isso tá ficando tão meloso!!! Deixa eu ir antes que começe a derreter....srsrsrs.....
bjossss........^o^

Reader